Adega Fevereiro 2015

ADEGA traz-lhe o melhor do apaixonante e sofisticado mundo do vinho. Matérias completas com imagens deslumbrantes dos grandes vinhos, regiões produtoras, vinícolas, entrevistas, viagens, dicas de harmonização e centenas de avaliações independentes de vinhos para todos os gostos, bolsos e ocasiões. Leia e comprove porque ADEGA é a maior revista de vinhos em Português.

País:
Brazil
Idioma:
Portuguese
Editor:
Inner Publishing Net LLC
Periodicidad:
Monthly
US$ 2,99
US$ 19,99
12 Números

en este número

2 min.
sempre aprendendo e se divertindo

A variedade de vinhos ao redor do mundo é tão grande que você nunca vai parar de aprender e de se divertir. Esta sábia frase do crítico inglês Steven Spurrier pode parecer clichê atualmente, mas é sempre um alento ouvir isso de um mestre que está há 50 anos no mercado do vinho. Definitivamente, concordamos com Spurrier em gênero, número e grau. Cada dia que vivemos dentro desse mundo nos traz novas descobertas e aprendizados. Cada rótulo é uma novidade, uma oportunidade de conhecer aromas e sabores, conceitos e estilos novos. E por isso, em ADEGA, olhamos para tudo sempre com aquela insaciável sede por novidades. Provando dessa fonte inesgotável de conhecimentos e experiências que é o vinho, encontramos inspiração. Cada gota provada é capaz de suscitar novos debates, novas ideias,…

4 min.
cartas

VINHOS PARA PROVA Caros, leitor permanente da revista ADEGA, passei a proprietário de vinhas e produtor de vinhos em Mendoza, cujas primeiras safras de 2011 e 2012 já importei para o Brasil. Pergunto: como submeter meu vinho à avaliação da revista? Luiz Eduardo F. Henriques Luiz, ADEGA faz avaliações mensais dos vinhos que recebe. Para participar, basta enviar uma amostra de cada rótulo para o endereço: Av. Corgie Assad Abdalla, 845 – Vila Sônia, São Paulo, SP – CEP 05622-010 BORDEAUX Há algum tempo que não me debruço sobre os vinhos de Bordeaux. Tenho tido dificuldade em selecionar o que comprar e de qual safra. Exceto pelos principais nomes, que quase sempre valem a pena, fico na dúvida em investir em outros. Investir, no meu caso, é comprar para futuramente beber – não vender. Tenho…

adega1502_002_001_008_Cartas_0
7 min.
o eremita decifrado

Quando estive no Friuli em 2013, não estava prevista uma visita ao produtor Josko Gravner, famoso pelos vinhos de maceração longa e pelas ânforas de terracota com as quais faz os seus néctares. Apaixonado pelo estilo do vinhateiro, aproveitei um dia de folga e agendei uma visita aos seus vinhedos e à adega. Eu até já o tinha entrevistado por e-mail para matérias escritas aqui mesmo em ADEGA. Mas, sabendo que o produtor tem certa reticência a receber visitantes, escrevi uma mensagem carinhosa e usei a ajuda de amigos em comum para marcar o encontro. Deu certo e lá estava eu, no lugar e hora marcados, com uma quase incontrolável euforia. Ele me recebeu vestindo um macacão de frentista de posto de gasolina dos anos 1970. Feitas as apresentações de praxe,…

adega1502_001_004_010_Perfil_0
1 min.
presentes

Tecnologia A Intel e a Opening Ceremony lançaram um “bracelete” diferente. O MICA (My Intelligent Communication Accessory) tem cobertura de ouro 18 quilates, cristal de safira, pérolas da China, pele de cobra, lápis-lazúli de Madagascar e, por fim, uma tela touchscreen em que você pode enviar mensagens, verificar seu calendário, buscar pontos em mapas etc. Já vem com plano de dados. US$ 495 www.barneys.com Esqueleto Lançamento da Cartier, o Astrotourbillon Skeleton calibre 9461MC tem caixa de 47 milímetros feita em ouro branco 18 quilates. Diferentemente dos “Tourbillons” convencionais, este é montado centralmente e gira em torno de todo o movimento a cada minuto, no mostrador que parece flutuar no ar. Limitado a 100 peças. € 120.000 www.cartier.com Reinterpretaçã A designer Hella Jongerius fez uma reinterpretação da famosa Armchair 401 de Alvar Aalto, famoso arquiteto finlandês que a construiu em…

adega1502_002_003_018_Presentes_0
13 min.
mundovino

EM PÉ Segundo o expert em vinhos, Carlos Cabral, os consumidores precisam mudar seus conceitos na hora de guardar seus espumantes em casa. De acordo com ele, a melhor forma de posicionar uma garrafa de Champagne, ou qualquer outro espumante, é na vertical. Cabral explica que, para que a rolha de cortiça dos espumantes se mantenha elástica, ela não pode ficar em contato com o líquido por muito tempo. “O contato excessivo da rolha com o espumante faz com que ela perca, com o tempo, alguma capacidade de recuperar sua forma após a extração. Contudo, isso não compromete a capacidade de vedação ou de conservação do espumante. Ou seja, digamos que, esteticamente, a rolha fica mais castigada quando a garrafa permanece na posição horizontal por longos meses”, afirma o especialista. Vale…

adega1502_002_004_020_Mundovino_0
2 min.
enocultura

ATLAS MUNDIAL DO VINHO Hugh Johnson e Jancis Robinson, Editora Globo Estilo, 400 páginas, R$ 100 Uma das principais referências sobre vinho, esta obra – cuja primeira publicação data de 1971 – chega a sua sétima edição trazendo novos mapas exclusivos e textos inéditos, tudo para manter esse “clássico” o mais atualizado possível. A edição anterior havia sido lançada em 2007 e, desde então, surgiram novidades que não poderiam ficar de fora, como novas regiões produtoras, entre elas, a China. Outras áreas como Khaketi, na Geórgia, a costa da Croácia, o norte da Virgínia, nos Estados Unidos, também foram incluídas nesse livro que conta com 215 mapas. Uma obra de referência para quem quer conhecer cada detalhe da geografia do vinho no mundo. EL CELLER DE CAN ROCA Joan Roca, Josep Roca e Jordi…

adega1502_002_008_028_Enocultura_0