Comida & Vinho
Adega

Adega Edicao 172

ADEGA traz-lhe o melhor do apaixonante e sofisticado mundo do vinho. Matérias completas com imagens deslumbrantes dos grandes vinhos, regiões produtoras, vinícolas, entrevistas, viagens, dicas de harmonização e centenas de avaliações independentes de vinhos para todos os gostos, bolsos e ocasiões. Leia e comprove porque ADEGA é a maior revista de vinhos em Português.

País:
Brazil
Língua:
Portuguese
Editora:
Inner Publishing Net LLC
Periodicidade:
Monthly
Ler Mais
ASSINATURA
US$ 19,99
12 Edições

nesta edição

2 minutos
o sabor da terra

Foram os monges, no interior da França, na Idade Média, que passaram a delimitar as melhores terras para produzir uvas. Foram eles que criaram o conceito de Crus que até hoje norteiam a vitivinicultura na Borgonha, por exemplo. Nesses locais “sagrados”, em que as uvas são especiais, os vinhos alcançam preços fabulosos e são venerados mundo afora. A força da tradição conta muito nessa hora, mas, cada vez mais vemos produtores, do mundo todo, buscando as melhores cepas nas melhores parcelas. “Borgonhizar” seus vinhedos, como bem definiu Pedro Parra, em uma entrevista imperdível. Consultor de vinícolas importantes, ele entende a importância de encontrar os melhores locais e compreendê-los, tanto que diz ter achado a “sua Borgonha”, em Itata. Mas, além da Borgonha e da França em geral, a ideia de uma classificação…

1 minutos
cartas

POEMA Parabenizo-lhes pela qualidade dapublicação. A revista está excelente.Apaixonado por vinho, encaminho-lhes parapublicar, se assim entenderem, o poemaque fiz e intitulei de “Vinho é Vida”. Heriberto Roos Maciel. VINHO É VIDA Um bom vinho não tem preço,Tem caráter, tem expressão.Um bom vinho não precisa ser caro,E sim ser escolhido com carinho. Um bom vinho não tem só corpo,Tem personalidade, tem alma!Um bom vinho deve ser degustado lentamentePara despertar todos os sentidos. Um bom vinho é uma explosão de aromasQue evoca a lembrança de tantos bons momentos e sentimentos,Que libera e liberta emoções, sensações e desejos.Um bom vinho é a maturidade em qualquer idade. Um bom vinho é saber compartilhar a felicidadeSeja com um simples copo ou na mais bela taçaÉ beber e reverenciar o amor e a amizadeUm bom vinho é essência, é arte, é paixão, é…

2 minutos
denominação de origem controlada, para que serve?

Quando um vinho apresenta um selo de uma Denominação de Origem Controlada, ou DOC, significa que ele foi produzido em uma determinada região sob algumas regras específicas. Um vinho tinto DOC Vale dos Vinhedos, por exemplo, a única denominação de origem brasileira, significa que ele foi produzido por uma vinícola na área delimitada que corresponde ao Vale dos Vinhedos e, pelas regras, ele também deve ter como variedade predominante a Merlot. As denominações de origem, portanto, servem como parâmetro para o consumidor, para que ele possa reconhecer o que está adquirindo. E isso não é de hoje. Desde a antiguidade já se sabia da importância de verificar a procedência de um vinho. E quando um vinho de determinada região ganhava fama, as autoridades e produtores costumavam rotular com seu nome e…

1 minutos
siglas

Além da sigla DOC, significando Denominação de Origem Controlada, você provavelmente já deve ter visto outras como AOC, abreviação de Appellation d’Origine Contrôlée. Pode ter notado também AVA, abreviação de American Viticultural Area, que seria a DOC dos Estados Unidos. Também há as DOCG italianas, que são as Denominazione di Origine Controllata Garantita, que seriam um passo além das DOC segundo a legislação da Itália. Pode-se encontrar ainda as siglas IG ou IP, que significam respectivamente Indicação Geográfica e Indicação de Procedência, ambas etapas anteriores à DOC, que geralmente possui regras mais rígidas.…

15 minutos
a holística do vinho

Muitas vezes chamado de Mr. Terroir, o chileno Pedro Parra provavelmente é o maior especialista em solos da vitivinicultura. Seu conhecimento “da terra” lhe rendeu clientes importantes em todo o mundo, mas, segundo ele mesmo, isso é apenas parte de um sistema holístico – conceito que ele explica melhor nesta entrevista exclusiva. Após anos prestando consultoria para alguns dos principais produtores do mundo, mais recentemente resolveu se arriscar e iniciar um projeto próprio, familiar – sem deixar de lado as consultorias, obviamente. Segundo ele, demorou para que tivesse orgulho de seus vinhos – feitos em sua “Borgonha em Itata” – e os colocasse à venda. Depois também de tanto tempo vivendo entre os melhores produtores do mundo, decidiu escrever um livro (que será lançado ainda este ano) sobre suas experiências e…

3 minutos
vinhos avaliados

AD 93 pontos IMAGINADOR 2018 Pedro Parra y Familia, Itata, Chile (World Wine R$ 146 para a safra 2017). Tinto elaborado a partir de uma seleção de uvas Cinsault cultivadas em quatro vinhedos plantados nas montanhas de solos graníticos de Itata, com 30% de cachos inteiros e fermentação espontânea (sem adição de leveduras). Aqui as notas de cerejas e de framboesas aparecem escoltadas por notas florais, de ervas e de especiarias picantes, tudo sustentado por taninos firmes, refrescante acidez e muita profundidade. Fluido, nítido e gostoso de beber, tem final longo e persistente, com toques salinos e de giz. Álcool 12,5%. EM AD 94 pontos MONK 2018 Pedro Parra y Familia, Itata (World Wine - não disponível). Esse tinto de uvas Cinsault, advindas de um único vinhedo antigo plantado em solos granítico-argilosos, é uma homenagem…