EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Negócios & Finanças
Harvard Business Review BrasilHarvard Business Review Brasil

Harvard Business Review Brasil Outubro 2018

É a edição brasileira da mais importante revista de economia, gestão e négocios do mundo. Fundada há 91 anos, permanece na liderança das idéias revolucionárias que movem corporações em todo o mundo

País:
Brazil
Língua:
Portuguese
Editora:
RFM EDITORES Ltda
Ler Maiskeyboard_arrow_down
Nota Save 40% on your subscription!
ASSINATURA
US$134,55US$80,73
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time1 minutos
ceo versus relógio

As exigências e a complexidade de liderar empresas são surpreendentes. O CEO supervisiona agendas complexas e responde aos vários grupos envolvidos na organização — shareholders, clientes, funcionários, o conselho, a mídia, o governo e a sociedade. E como CEO não é robô, ele precisa arranjar tempo também para a família, amigos, exercícios físicos e outros interesses não relacionados ao trabalho. Não há horas suficientes no dia.Como os líderes gastam seu tempo é revelador.“O cronograma do CEO (na verdade, o cronograma de qualquer líder) é, então, a manifestação de como ele lidera e envia mensagens poderosas para toda a organização”, escrevem Michael Porter e Nitin Nohria em “Como os CEOs administram o tempo” (pág. 22). Os autores, que há 12 anos conduzem o estudo mais detalhado e abrangente sobre…

access_time13 minutos
radar

Comunicação Crie uma visão cintilante De “um prato de comida em cada mesa” a “um computador em cada casa”, imagens concretas são usadas há tempos para transmitir um senso de propósito e estimular ações. Ainda assim, ao articular visões, líderes predominantemente tendem a usar linguagens abstratas e piegas. Estudos mostram que eles usam de três a 15 vezes mais retórica conceitual do que retórica baseada em imagens, promovendo pronunciamentos imponentes sobre “mudar o mundo” ou “servir a comunidade” — frases que convidam as pessoas a simplesmente pensar no futuro, não a vislumbrá-lo realmente. Um novo estudo testa uma solução para a chamada predisposição para uma visão desfocada: usar a “viagem mental no tempo” para ajudar líderes a imaginar como os eventos serão observados pelos cinco sentidos em…

access_time2 minutos
quando somos inteiros

* Mentes brilhantes precisam do impulso do coração para desvendar os mistérios do desconhecido. As ideias mais puras nascem onde e quando menos se espera. * A intuição revela em um piscar de olhos o que a razão pode levar séculos para desenhar em uma equação, e pode levar mais décadas ainda para demonstrar aos olhos humanos aquilo que o coração já compreende. (Ilustração: Fabio Silveira) * A busca do caminhante não é apenas consciente e mental, mas também onírica e interior. Reunir os diferentes níveis de realidade, cavalgar os mundos, dar testemunho de nosso ser diz respeito a um processo transformador atrelado ao cotidiano, tanto exterior quanto interior. É uma longa jornada que busca clareza e torna efetiva a revelação consigo mesmo.  * A capacidade de…

access_time6 minutos
homens compram mais de homens viris. professor otterbring, defenda seu estudo

OTTERBRING: A presença desse homem fisicamente imponente, de uniforme, plenamente visível para as pessoas assim que passavam pela porta, pareceu, de fato, alterar o modo como os homens faziam compras. Quando ele estava ali, a conta média das compras masculinas chegava a US$ 165 — mais que o dobro da média de US$ 72 gastos pelas mulheres no mesmo período, e muito maior que os gastos de homens e mulheres quando o funcionário não estava presente: US$ 92 para eles, US$ 97 para elas. O preço médio pago pelos homens por item foi também maior: US$ 18 quando o empregado estava na porta, US$ 10 quando não estava — esta foi a mesma quantia paga pelas mulheres por item em qualquer período. OS HOMENS GASTARAM O DOBRO DAS…

access_time36 minutos
como os ceos adminis tram o tempo

No léxico da gestão, o CEO é o epítome da liderança. No entanto, é surpreendentemente pouco o que sabemos sobre essa função. Embora o poder máximo nas empresas esteja nas mãos dos CEOs, eles enfrentam desafios e restrições que poucos percebem. Comandar grandes empresas globais é extremamente complexo. O escopo do trabalho empresarial da organização é enorme: abrange as agendas funcionais e das unidades de negócio, vários níveis organizacionais e inúmeras questões externas. Envolve uma grande variedade de stakeholders — acionistas, clientes, funcionários, o conselho, a mídia, o governo, organizações comunitárias e muito mais. Diferentemente de outros executivos, o CEO precisa interagir com todos eles. E ser o reflexo da organização, interna e externamente, nos bons e nos maus momentos.Obviamente os CEOs dispõem de muita ajuda e…

access_time1 minutos
em resumo

O PROBLEMA Gerenciar as enormes demandas de tempo é um dos maiores desafios enfrentados pelos CEOs. No entanto, não existe praticamente nada que mostre como eles, de fato, administram esse recurso. O ESTUDO Os autores acompanharam as atividades de CEOs de 27 grandes empresas, durante 13 semanas, 24/7, e depois os arguiram em reuniões exploratórias intensivas. Os dados resultantes revelam profundos insights não só sobre a gestão do tempo, mas sobre o próprio papel do CEO. AS DESCOBERTAS A gestão de tempo dos líderes implica administrar dualidades aparentemente contraditórias: integrar tomadas de decisão diretas a alavancas indiretas como estratégia e cultura; equilibrar grupos de stakeholders internos e externos; conduzir a agenda proativamente com a atenção voltada para a evolução dos fatos; exercer o poder de alavancagem conscientes das…

help