EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Negócios & Finanças
Harvard Business Review BrasilHarvard Business Review Brasil

Harvard Business Review Brasil Dezembro 2018

É a edição brasileira da mais importante revista de economia, gestão e négocios do mundo. Fundada há 91 anos, permanece na liderança das idéias revolucionárias que movem corporações em todo o mundo

País:
Brazil
Língua:
Portuguese
Editora:
RFM EDITORES Ltda
Ler Maiskeyboard_arrow_down
ASSINATURA
US$137,24
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time1 minutos
não há nada de fake no perigo das notícias falsas

A disseminação de notícias falsas tende a aumentar. Entender esse fenômeno e suas implicações na economia, nos negócios e na sociedade é fundamental. É isso que fazemos em seis artigos no Foco deste mês. Em “Verdade despedaçada” (página 26), o professor Sinan Aral explica como contê-lo. Para ele, quatro abordagens inter-relacionadas são essenciais: ensinar as pessoas envolvidas, mudar seus incentivos, melhorar as ferramentas tecnológicas e (a quantidade certa de) vigilância governamental. “Haverá avanços”, ele afirma, “se houver comprometimento e determinação por parte de todos os stakeholders da comunidade científica aos legisladores, das startups às grandes empresas multinacionais.” Claire Wardle, líder do Information Disorder (ID) Project do Centro Shorenstein de Mídia, Política e Políticas Públicas da Harvard Kennedy School, afirma em seu artigo “Como podemos combater a informação enganosa” (página 48): “É difícil…

access_time2 minutos
o poder da decisão em suas mãos

Como as pessoas solicitam táxi nos dias de hoje? Com um app no celular. E como elas pedem uma pizza em casa ou no trabalho? Da mesma maneira. E como elas fazem para realizar transferências e pagamentos? A resposta também está na mobilidade e facilidade do celular. Não por acaso um estudo conduzido pelo Banco Central brasileiro indica o crescimento das transações bancárias no país feitas por meios eletrônicos. De acordo com o levantamento, essas operações já correspondem a 66% do total das movimentações bancárias. E o celular desponta como a principal plataforma para a realização dessas transações com quase 25 bilhões de operações registradas em 2017, representando 35% do total. Olhando para esse cenário, se hoje tudo está na palma da mão, por que com a gestão financeira de sua empresa…

access_time5 minutos
como fazer para que os processos de melhoria persistam

A começar por Frederick Taylor e W. Edwards Deming, gestores há muito são obcecados por formas de aprimorar os processos de negócios. E nos últimos 20 anos uma gama de iniciativas de melhoria, incluindo produção lean, Seis Sigma e agile passaram a fazer parte de uma grande quantidade de setores. Estudos mostram que empresas que abarcam tais técnicas podem desfrutar de aprimoramentos em custos e eficiência. Mas quando Brad Staats, da University of California, e Matthias Holweg e David Upton, da University of Oxford, analisaram esses benefícios, descobriram uma lacuna. “Essas coisas sempre funcionam bem inicialmente, mas não raro os ganhos desaparecem rápido”, explica Holweg. “Parece que os pesquisadores estão contando sempre metade da história. Não se trata só de colocar os programas em funcionamento — é também fazer com…

access_time3 minutos
helen bevan

“Os líderes precisam entender essas coisas.” Helen Bevan passou 25 anos supervisionando iniciativas de mudanças no National Health Service, sistema de saúde da Inglaterra, que atende mais de 50 milhões de pacientes e emprega 1,2 milhão de profissionais da saúde. Ela conversou com a HBR sobre os desafios de manter os ganhos de determinada iniciativa quando uma nova é posta em prática. Trechos editados a seguir. Por que é tão difícil manter as melhorias de iniciativas? É uma questão de energia. E quando surge nova iniciativa as pessoas perguntam “que vamos fazer com a antiga?”. A maior parte de nossos funcionários replica o modo de agir dos líderes seniores, e quando estes transferem sua energia para outra coisa é difícil conservar o que quer que seja. Que diferencia as mudanças que perduram depois…

access_time12 minutos
presidente da cobra conta como transformou a cerveja indiana em marca global

Quando era criança em Hyderabad, na Índia, professores me diziam que eu não era criativo. Não sabia desenhar ou tocar piano, por isso me aconselharam a concentrar--me nos estudos, e foi o que fiz. Graduei-me em administração por uma universidade na Índia e me mudei para Londres para trabalhar na Ernst & Young, onde me tornei contador (CPA, em inglês). Então, fui para a Cambridge University estudar direito, imaginando que me tornaria advogado ou consultor de questões na área de fusões e aquisições (M&A). Porém, a criatividade latente aguardava o momento de aflorar. Sentado em um tradicional pub britânico numa noite após as aulas pensando se pediria uma ale muito efervescente ou uma lager excessivamente forte, tive uma ideia: criar uma cerveja mais equilibrada, uma cerveja que caísse bem com comida,…

access_time26 minutos
verdade despedaçada

Em março de 2018, a alegação do presidente Trump pelo Twitter de que a Amazon paga “pouco ou nenhum imposto aos governos estaduais e municipais” levou as ações da empresa para seu pior nível do mês em dois anos. Os fatos de Trump estavam errados — e o valor das ações vem se recuperando desde então —, mas o incidente destaca um problema inquietante: as empresas estão extremamente vulneráveis às informações enganosas que se espalham pelas mídias sociais. Previsivelmente, a mídia tradicional focou basicamente em se notícias falsas afetaram as eleições presidenciais americanas em 2016. Mas a verdade é que ninguém está a salvo desse tipo de dano. Disseminar notícias falsas têm implicações em nossa democracia, economia, negócios e até na segurança nacional. Precisamos fazer um esforço concentrado para entender e…

help