EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Negócios & Finanças
Harvard Business Review BrasilHarvard Business Review Brasil

Harvard Business Review Brasil Julho 2016

É a edição brasileira da mais importante revista de economia, gestão e négocios do mundo. Fundada há 91 anos, permanece na liderança das idéias revolucionárias que movem corporações em todo o mundo

País:
Brazil
Língua:
Portuguese
Editora:
RFM EDITORES Ltda
Ler Maiskeyboard_arrow_down
Nota Save 40% on your subscription!
ASSINATURA
US$134,55US$80,73
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time1 minutos
gestão pessoal

Como negociar com mentirososLeslie K. John | pág. 79 Todo mundo mente, negociantes inclusive. Por isso, ao tentar fazer um negócio, é importante precaver-se contra a decepção. A melhor estratégia, de acordo com a autora, é focar não em detectar as mentiras, mas em preveni-las. Ela destaca cinco táticas que a pesquisa mostrou serem eficientes:Encoraje a reciprocidade. Crie confiança e convença as pessoas a divulgar informações estratégicas compartilhando você mesmo suas informações.Faça as perguntas certas. Muitas vezes, os negociadores pecam por omissão, silenciando fatos relevantes, mas se forem questionados diretamente, a probabilidade de responderem honestamente é maior.Observe as evasivas. Não permita que suas contrapartes se esquivem de suas perguntas — escreva-as antecipadamente, anote as respostas e certifique-se de obter a informação que está procurando.Não se prenda à confidencialidade. Estudos mostram…

access_time3 minutos
de corpo & alma

HBR: Você era conhecido por seu foco. Como se prepara mentalmente para a competição?Louganis: Comecei a dançar e fazer acrobacias com 1 ano e meio e aprendi visualização aos 3. Antes da minha primeira apresentação, fizemos ensaios gerais (eu usava smoking e chapéu), mas a minha professora sabia que se eu tivesse de treinar muito, ficaria cansado demais para subir no palco à noite. Então ela me colocou no estúdio, tocou a música e disse: “Imagine-se fazendo os exercícios”. Levou quatro sequências para que tudo ficasse completamente fluido, sem problemas. Ela, em seguida, puxou o andamento e disse: “Faça de novo”. Eu fiz. E quando me apresentei naquela noite, não perdi nenhum passo. Usava essa estratégia para tudo o que fazia: dança, ginástica, mergulho. É assim que me preparava.Depois de…

access_time6 minutos
os especialistas respondem

Seria um erro afastar um cliente neste momento.Scott Burns é o CEO e cofundador da GovDelivery. ANDREW MOSTRA que tem tino. Concordo que a Lumiscape tomou uma excelente decisão quando optou pelo regime de assinatura, mas seria um erro afastar um cliente neste momento. Vender para o governo requer uma mistura de estratégia e oportunismo. Se fosse executar este negócio, eu garantiria o pedido e procuraria maneiras de levar Houston ao modelo de assinatura mais tarde.Não me entenda mal. Sou um grande fã do modelo que Cameron e Stacy estão implantando, principalmente considerando que seus clientes estão no setor público. Assinaturas podem gerar uma fonte de receita perpétua e ser uma maneira de superar os altos custos da aquisição de clientes no longo ciclo de vendas com os governos. Minha…

access_time3 minutos
resumo da edição julho 2016

Diversidade é uma vantagem decisiva para as empresas porque melhora sua capacidade de inovação e de solução de problemas. Por que, então, é tão difícil implementá-la? O conjunto de artigos deste mês analisa por que grande parte dos esforços para promover a diversidade corporativa fracassa — e quais os passos práticos que impactam positivamente. DIVERSIDADEPor que fracassam os programas em prol da diversidadeFrank Dobbin e Alexandra Kalev | pág. 48Depois de as empresas de Wall Street terem desembolsado, recorrentemente, milhões em processos judiciais por discriminação, começaram a envidar sérios esforços para aumentar a diversidade. Infelizmente esses esforços não parecem estar produzindo os efeitos desejados: mulheres e minorias não ganharam muito terreno na área de administração nos últimos 20 anos.O problema é que as organizações estão tentando reduzir o viés com…

access_time12 minutos
não conseguimos lidar com a diversidade — por quê?

É DIFÍCIL DISCUTIR OS BENEFÍCIOS DA DIVERSIDADE, apesar de décadas de valiosos estudos que mostram como uma força de trabalho diversificada melhora consideravelmente a tomada de decisão, solução de problemas, criatividade, inovação e flexibilidade.Muitos acreditam que decisões sobre contratação, desenvolvimento e remuneração deveriam se restringir a “quem merece o quê”. Embora as duas ideias não sejam contraditórias, é difícil conciliá-las na prática. Obstáculos cognitivos continuam no caminho. A questão do mérito Embora o mérito possa parecer um filtro fácil e óbvio para as decisões de talento, não é bem assim. Acreditamos ser possível identificar um verdadeiro talento apenas ao vê-lo, mas não é verdade — somos péssimos em avaliar pessoas objetivamente. É por isso que as orquestras começaram a realizar audições às cegas há décadas. É por isso que, nas…

access_time12 minutos
como eu fiz ceo da wpp fala sobre como transformar uma carteira de empresas em uma máquina de crescimento

Na publicidade, “acima da linha” são as coisas atraentes e criativas, do estilo Don Draper. Agências abaixo da linha não costumam chamar atenção, mas podem fazer bons negócios. Compramos 18 delas.No início de 1992, fui para a sede londrina do J. P. Morgan, que na época ficava em um edifício que havia sido uma escola. Senti como se estivesse sendo chamado na sala do diretor. Estava lá para encontrar os banqueiros da WPP, mas eles não pareciam felizes. Dois anos antes, havíamos feito um empréstimo para fazer uma aquisição gigante; logo depois veio uma recessão global e tivemos dificuldade para pagar a dívida. Todo trimestre eu fazia uma reunião com os banqueiros, que checavam todas as nossas despesas e questionavam a nossa abordagem.Com essa experiência extrema nasceu a estratégia que…

help