EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Negócios & Finanças
Harvard Business Review BrasilHarvard Business Review Brasil

Harvard Business Review Brasil Novembro 2017

É a edição brasileira da mais importante revista de economia, gestão e négocios do mundo. Fundada há 91 anos, permanece na liderança das idéias revolucionárias que movem corporações em todo o mundo

País:
Brazil
Língua:
Portuguese
Editora:
RFM EDITORES Ltda
Ler Maiskeyboard_arrow_down
Nota Get 40% OFF with code: BIG40
ASSINATURA
US$140,33
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time1 minutos
a nova realidade dos negócios

Quando pensamos em realidade aumentada — se é que pensamos —, provavelmente imaginamos monstros do Pókemon Go ou estranhos filtros Snapchat. Mas a RA, a tecnologia que superpõe imagens digitais ao mundo físico, é muito mais que alguns aplicativos geniais. Como explicam Michael Porter, da Harvard Business Review, e James Heppelmann, CEO da PTC, no Foco desta edição, a tecnologia está preparada para reformular o modo como aprendemos, tomamos decisões e agimos no mundo físico. As implicações para os negócios são estratégicas e impressionantes: a RA “mudará a forma como as empresas se relacionam com os clientes, treinam os funcionários, projetam e criam produtos e até como competem”. Embora ainda na infância, a tecnologia já está sendo utilizada para produzir um efeito poderoso. Empresas e instituições tão diferentes como Facebook, Amazon,…

access_time1 minutos
local de trabalho o lado sombrio das strech goals

NÃO É SEGREDO para ninguém que, ao enfrentar a pressão para atingir o referencial de metas de lucros, os gestores às vezes manipulam tanto as atividades financeiras como as imobiliárias. Um novo estudo revela outra área sofredora: a segurança do local de trabalho. Utilizando dados coletados pela Agência de Saúde e Segurança Ocupacional dos Estados Unidos entre 2002 e 2011, os pesquisadores descobriram elevadas taxas de acidentes e doenças em empresas que foram mais duramente pressionadas a mostrar desempenho. Isso ocorreu, segundo os analistas, porque os gestores aumentaram a carga de trabalho dos funcionários ou os pressionaram a trabalhar mais rápido e procuraram economizar recursos em itens relacionados à segurança, como treinamento e manutenção. Os estudos mostram que as taxas mais baixas de acidentes de trabalho ocorreram em empresas que…

access_time2 minutos
comportamento do consumidor lições da esteira rolante do sushi

A indústria da moda tradicionalmente lança novos artigos duas vezes por ano (primavera/verão e outono/ inverno), mas a maioria das lojas coloca nas prateleiras toda a mercadoria de uma só vez. Nas últimas décadas, porém, um novo modelo, chamado moda rápida, liderada pela Zara e H&M, lucrou com o giro mais rápido da mercadoria, criando uma urgência de compra. Websites de “vendas relâmpago” como as do Rue La La funcionam de forma similar. Num artigo recente, os pesquisadores analisam como e quando as empresas podem tirar vantagem da estratégia de “sortimento sequencial”, na qual as mercadorias são colocadas nas prateleiras, gradualmente, e não todas de uma vez. Os pesquisadores relatam que, “quando uma loja de moda rápida ou de vendas-relâmpago começa a vender sandálias em setembro, a cliente precisa decidir que…

access_time1 minutos
produtividade por que é bom sentar perto de alguém que trabalha muito

AS EMPRESAS GASTAM MILHÕES configurando a arquitetura do escritório num esforço de melhorar a produtividade. Um novo estudo revela outro estimulador do desempenho: colocar certos tipos de pessoas sentadas próximas. Os pesquisadores analisaram dados sobre mais de 2 mil empregados da área de tecnologia durante dois anos, dividindo-os em três categorias e estudando os efeitos que cada tipo exercia nos colegas vizinhos em vários quesitos de desempenho. “Empregados produtivos” deixam a desejar em qualidade, e os “que privilegiam a qualidade não primam pela produtividade”. Os “generalistas” são médios nas duas dimensões. Os resultados mostraram que aproximar funcionários com atributos complementares — colocar funcionários produtivos sentados perto de funcionários de qualidade — melhorava o desempenho organizacional em torno de 15% . Estimativas revelam que numa empresa com 2 mil funcionários o…

access_time1 minutos
automatização primeiras conquistas da inteligência artificial

Muitos empregados temem que a inteligência artificial (IA) possa significar uma iminente perda de postos de trabalho. Alguns pesquisadores sugerem que sua preocupação é justificada: um estudo da Oxford University previu que 47% de todos os empregos serão automatizados até 2033. Mas, no curto prazo, esses temores podem ser exagerados. Um levantamento realizado em 2017 pela consultoria de serviços Tata com 835 empresas globais em 13 setores de manufatura e serviços revelou que as empresas estão utilizando IA rotineiramente em atividades entre computadores, mas com muito menos frequência em atividades automatizadas entre seres humanos. Os pesquisadores acreditam que essas transações de máquina para máquina — sem deslocamento de pessoas — são as frutas dos galhos mais baixos para IA. Um levantamento revelou que a IA é utilizada com mais frequência,…

access_time1 minutos
equipes mais um argumento a favor da diversidade cognitiva

Pesquisadores observaram que equipes com maior diversidade cognitiva resolveram mais rápido um exercício de implementação estratégica pouco familiar num intervalo de tempo limitado. Especificamente, eles determinaram que a diversidade no processamento do conhecimento (como as pessoas geram conhecimento diante de problemas) e a perspectiva (como elas organizam sua própria expertise versus orquestrar ideias e expertise de outras) estavam altamente correlacionadas com o sucesso da equipe e explicavam melhor o desempenho que a diversidade segundo fatores geográficos, como idade, gênero e etnia. “Intuitivamente, isso é lógico”, observam os pesquisadores. “Enfrentar novos desafios requer um equilíbrio entre aplicar o que sabemos e descobrir o que não sabemos, mas que pode ser útil. Requer também a aplicação individual de expertise especializada e capacidade de retroceder e olhar o panorama”. O gráfico mostra a…

help