Negocios y Finanzas
Harvard Business Review Brasil

Harvard Business Review Brasil Marco 2020

É a edição brasileira da mais importante revista de economia, gestão e négocios do mundo. Fundada há 91 anos, permanece na liderança das idéias revolucionárias que movem corporações em todo o mundo

País:
Brazil
Idioma:
Portuguese
Editor:
RFM EDITORES Ltda
Periodicidad:
Monthly
Leer Más
ESPECIAL: Save 40% on your subscription!
SUSCRIBIRSE
USD96.14USD57.68
12 Números

en este número

2 min.
a coisa certa a fazer

FALAMOS MUITO sobre a importância da autenticidade. A capacidade de ser fiel a si mesmo está ligada ao maior envolvimento, maior satisfação no local de trabalho, melhor desempenho e aumento do bem-estar geral. Mas se sua identidade de gênero não estiver de acordo com o sexo que lhe foi atribuído ao nascer, é alta a probabilidade de que você não se apresente de corpo inteiro para trabalhar. O local de trabalho é profundamente desagradável para as pessoas trans. Diversos estudos mostram que elas são estigmatizadas e discriminadas. Uma pesquisa realizada em 2015 com indivíduos trans nos EUA revelou algo estarrecedor: 77% relataram tomar medidas ativas para evitar maus-tratos no trabalho, como ocultar sua identidade de gênero ou deixar o emprego. Dois terços relataram resultados negativos no trabalho, como ser demitido ou…

10 min.
radar novas ideias, pesquisas em andamento

EFUA OBENG descreve a si mesma como uma altruísta que faz doações frequentes a instituições de caridade. Porém, há alguns anos ela começou a notar que, quando estava prestes a efetuar o pagamento numa loja, alguém se aproximava e lhe pedia doação. “Eu odiava aquilo”, afirma Obeng, professora de marketing na Howard University. Conversas com amigos e familiares confirmaram que ela não estava sozinha. Todavia, estudos demonstravam que organizações filantrópicas confiavam sobremaneira nessas solicitações. Obeng resolveu investigar tal prática propondo novas maneiras de os comerciantes criarem campanhas de doação bem-sucedidas no caixa dos estabelecimentos. O trabalho levou a uma explicação do motivo que leva pessoas altruístas a reagir negativamente quando deparam com pedidos de doação nessa situação. Em numerosos estudos com centenas de participantes, Obeng e colaboradoras descobriram que os clientes…

15 min.
como eu fiz o ceo da tilray relata a experiência de tornar-se pioneiro em uma indústria controversa

Em maio de 2010 eu trabalhava em uma subsidiária do Silicon Valley Bank (SVB), onde passava o dia conversando com pessoas inteligentes — CEOs e fundadores de empresas disruptivas que buscavam atingir o impossível. Isso deu à minha equipe uma oportunidade única para conhecer produtos, empresas e marcas que ainda não existiam, mas que provavelmente viriam a existir um dia. Certa tarde, Christian Groh (meu colega do SVB e amigo de longa data) e eu visitamos uma startup californiana que se descrevia como “empresa de tecnologia de maconha medicinal”. Não gostamos da equipe da empresa, nem de sua estratégia nem de seu modelo de negócio. Porém, a questão bem mais importante era que não sabíamos como avaliar uma startup naquele setor, pois nunca havíamos pensado em maconha como uma oportunidade…

16 min.
insights de alto nível

Com uma pesquisa que avalia mais de 600 políticas e processos de desenvolvimento de pessoas e recursos humanos, a certificação concedida pelo Instituto Top Employers já reconheceu cerca de 1.600 organizações em 25 anos – impactando a vida de mais de 6.9 milhões de funcionários globalmente. “O processo de certificação contempla três grandes etapas, que são executadas entre os meses de abril e setembro de cada ano, com levantamento dos materiais, auditoria interna e uma validação externa feita por uma consultoria independente”, explica o country manager do Top Employers Institute Brasil, Gustavo Tavares. O objetivo é reconhecer os players que desempenham os mais altos níveis de qualidade em práticas e políticas de gestão de pessoas. Em jantar de gala, realizado no final do mês de janeiro, o instituto consolidou a maior cerimônia de…

20 min.
a construção de uma cultura de experimentação

EM DEZEMBRO DE 2017, logo antes de começar a temporada de viagens de fim de ano, o diretor de design da Booking.com propôs um experimento radical: testar um layout totalmente novo para a home page da empresa. Em vez de oferecer muitas opções de hotéis, locação de alojamentos em períodos de férias e promoções de viagens, como a home page existente, na nova haveria apenas uma pequena janela com três perguntas — destino, datas e número de acompanhantes — e três opções simples — acomodações, voos e aluguel de carro. Todo o conteúdo e os elementos de design, como fotos, texto, botões e mensagens, que a Booking.com passara anos otimizando seriam eliminados. Gillian Tans, CEO da Booking.com na época, mostrou-se cético. Ela temia que a mudança causasse confusão entre os clientes…

1 min.
em resumo

A OPORTUNIDADE Em um mundo cada vez mais digital, os experimentos A/B controlados e randomizados são uma maneira extremamente valiosa de criar ou aprimorar experiências online. O OBSTÁCULO A cultura — e não as ferramentas ou a tecnologia — impede as empresas de realizar centenas ou até milhares de testes anuais cujos resultados possam ser aplicados. O RECURSO Crie um ambiente no qual a curiosidade seja nutrida, os dados se sobreponham às opiniões pessoais, qualquer um possa realizar testes, todos os experimentos sejam feitos de forma ética e os gestores adotem novo modelo de liderança.…