Comida & Vinho
Adega

Adega

Edicao 177

ADEGA traz-lhe o melhor do apaixonante e sofisticado mundo do vinho. Matérias completas com imagens deslumbrantes dos grandes vinhos, regiões produtoras, vinícolas, entrevistas, viagens, dicas de harmonização e centenas de avaliações independentes de vinhos para todos os gostos, bolsos e ocasiões. Leia e comprove porque ADEGA é a maior revista de vinhos em Português.

País:
Brazil
Língua:
Portuguese
Editora:
Inner Publishing Net LLC
Periodicidade:
Monthly
Ler Mais
COMPRAR EDIÇÃO
2,68 €(IVA Incl.)
ASSINATURA
17,91 €(IVA Incl.)
12 Edições

nesta edição

2 minutos
as nossas companhias

Um belo pedaço de queijo, uma taça de vinho. Há momentos em que não é preciso mais do que isso. Mas, melhor ainda se o vinho e o queijo escolhidos casarem bem um com outro. No universo dos vinhos, já sabemos que temos inúmeras opções à disposição, e, no mundo dos queijos, também podemos selecionar os mais diversos. Então, para facilitar as escolhas (a ajudar a criar esse momento especial), elencamos 15 tipos de vinho que certamente combinarão com a sua tábua de queijos. Além dessas dicas valiosas, esta edição traz uma tabela de safras com os principais destaques dos últimos 20 anos nas mais importantes regiões vitivinícolas do mundo. Quais anos foram bons? A quais safras você deveria estar atento? Esta seguramente será uma referência para suas próximas compras e…

1 minutos
cartas

RECEITAS Junto da revista adega, concomitante às informações de primeira qualidade, parabenizo pela inclusão de receitas de gastronomia de alta performance, como exemplo as sobremesas e preparo de massa pizza. Parabéns pela iniciativa! Sales Pato Branco ERRATA Na edição 175 que fala sobre “Vinho e pizza”, eu acredito que a receita da massa de pizza está incorreta, em função dos quantitativo de insumos. Ivan Garcia de oliveira Houve uma falha na conversão das medidas de colheres de chá para quantidade em gramas tanto de sal quanto de açúcar. O certo seria ao redor de 10 gramas e não 300 gramas. Lamentamos o equívoco.…

1 minutos
instagram

Leda Winelover @leda.ccmferreira Seguem as leituras... harmonização vinho e pizza! #revistaadega WineeDaddy @wineedaddy It’s a smile, it’s a kiss, it’s a sip of wine ... it’s summertime! @thorntonwinery #revistaadega Juliana Rotelli @jurotelli Que delícia de Pinot. Cor de Pinot, aromas de frutas vermelhas. Equilibrado em boca, leve, porém com boa persistência. Elegância pura, típica de um ótimo Pinot Noir! #revistaadega Marcos Henrique Amaral @marcoshenriquesa Diário de quarentena # 9 Vale “sair da caixinha” e estudar uma coisa completamente nova. Por aqui, estudando o mundo dos vinhos e me preparando para a qualificação da Wine & Spirit Education Trust (WSET). E por aí, vocês andam conseguindo estudar? #revistaadega paulinowine @paulinowine Edição top. #revistaadega Yurie Papelaria e Presentes @papelariayurie O inverno chegou, finalmente! Para aqueles que amam o frio, um brinde com VINHO! E, falando nisso, você já conhece a revista ADEGA, que…

2 minutos
lacre de cera

A ideia de que, em rolhas de cortiça, existe uma permeabilidade que permite a sutil entrada de oxigênio e, assim, a evolução do vinho ao longo do tempo é uma crença que vem sendo derrubada com extensas pesquisas sobre o assunto. ADEGA já escreveu sobre isso, apontando que, segundo estudos, manter garrafas em pé ou deitadas é indiferente (confira no link). E qual a explicação para isso? Quem dá detalhes é o pesquisador Paulo Dinis Lopes, da Amorim, principal fabricante de cortiça do mundo: “O cilindro de cortiça é introduzido dentro do gargalo da garrafa ficando aí no seu estado comprimido. Nesse estado, a rolha vai libertar algum do ar/oxigénio que contém no interior das suas células para o vinho, permitindo assim alguma micro-oxigenação ao longo de alguns meses. No essencial,…

11 minutos
nei secoli fedele

O título é o lema dos carabineiros italianos, a famosa Arma dei Carabinieri, uma organização do exército daquele país, de certa forma similar à nossa polícia militar. O mote significa “fiel ao longo dos séculos”. É curioso, mas Lamberto Frescobaldi, atual presidente do grupo familiar que leva seu sobrenome e tem mais de 700 anos de história na Toscana, entre outras tantas coisas que já fez na vida, também já pertenceu ao corpo de carabineiros da Itália. Ele acredita que essa formação lhe foi muito útil e fez questão de mostrar (em entrevista online exclusiva para ADEGA, feita de sua residência em Firenze dois dias após completar 57 anos) que, em sua carteira, até hoje, juntamente com cartões de crédito e identidade, guarda, orgulhosamente, seus documentos e patentes “dell’Arma”. E o lema…

2 minutos
vinhos avaliados

AD 90 pontos CASTIGLIONI CHIANTI 2018 Frescobaldi, Toscana, Itália (Winebrands). Tinto composto majoritariamente de Sangiovese e de pequena parte de Merlot, sem passagem por madeira, mas com estágio de seis meses em tanques de aço inox. Direto e gastronômico, mostra frutas vermelhas lembrando morangos e groselhas, acompanhadas de notas florais, especiadas e de ervas secas. De corpo médio, tem taninos firmes, acidez pulsante e final também médio, com toques terrosos e de cerejas. Álcool 13%. EM AD 94 pontos MORMORETO 2015 Frescobaldi, Toscana, Itália (Winebrands). Tinto composto de uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Sangiovese e pequena parte de Petit Verdot, advindas unicamente do vinhedo Mormoreto, plantado em 1976, com estágio de 24 meses em barris de carvalho novos e usados. O verão longo e as temperaturas mais quentes são percebidas no perfil de frutas vermelhas…