EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Moda
ELLE PortugalELLE Portugal

ELLE Portugal Enero 2019

A ELLE é a revista de moda internacional para mulheres sofisticadas, independentes e com um assumido estilo próprio. Os criadores mais conceituados. O que há de novo nas passerelles e nas lojas. Mês a mês, as suas páginas revelam-nos as últimas tendências de beleza e lifestyle. Mostramos tudo o que está na vanguarda em termos culturais e os novos hotspots sociais.

País:
Portugal
Língua:
Portuguese
Editora:
RBA REVISTAS PORTUGAL
Ler Maiskeyboard_arrow_down
COMPRAR EDIÇÃO
2,32 €(IVA Incl.)
ASSINATURA
18,52 €(IVA Incl.)
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time2 minutos
inspiração

O primeiro mês de um novo ano. Depois da habitual overdose de açúcar, de abertos todos os presentes, de usados todos os vestidos de festa, de retirados os últimos vestígios de make up glitter do rosto, temos 31 dias para recuperar. E, com ponderação e suavidade, entrar em 2019. Janeiro é, tradicionalmente, um mês de balanços. Pensar no que se fez ou deixou de fazer é uma atividade que pode gerar algum desconforto, porque implica revisitar momentos que, se dependessem de nós, hoje, nunca teriam acontecido. Aconteceram, é verdade. Mas já passaram. E só isso é motivo para celebrar (pense nisso quando estiver as comer as passas à meia-noite de dia 31). Não sendo a maior fã da euforia do Réveillon e muito menos das nuvens cinzentas que toldam janeiro…

access_time1 minutos
acessórios

1 OS SAPATOS Antecipando a primavera e a época de festa que se avizinha, a marca inglesa Sophia Webster faz chegar às lojas, este mês, novos modelos da linha Dina. Os botins, mules e sandálias, ora em camurça preta, ora em cetim rosa, distinguem-se pela tira em vinil com cristais aplicados. 2 A CARTEIRA É em pele, é em tela monogramada, tem tachas aplicadas, e um fecho em “C”: a nova carteira da Coach, apresentada na coleção resort, é tudo isto sem ser demasiado. O modelo, em formato Saddle, está ainda disponível em versões mais sóbrias, inteiramente numa cor, como verde-água ou azul-marinho. 3 O COLAR Proque não há conto de inverno que não envolva uma montanha de neve, a Pandora acaba de apresentar a coleção Glacial Beauty. Pensada para a época mais festiva do…

access_time9 minutos
sol de inverno

Simon Porte (o seu verdadeiro apelido, uma vez que Jacquemus – o nome da sua marca – era o nome de solteira da sua mãe) nunca esperou pela aprovação de ninguém. Não frequentou escolas de moda, não foi assistente de um criador histórico, não fez o seu percurso nos corredores de uma casa de Alta Costura. E, mesmo assim, teve o apoio inabalável de Adrian Joffe, amigo, presidente da Comme des Garçons (Simon foi, no início da sua carreira, vendedor numa das lojas da marca) e fundador da concept store Dover Street Market (um dos primeiros espaços onde a Jacquemus esteve à venda). «Adrian olhou para mim como um criador, não apenas como um jovem engraçado que cria buzz ou um louco que se agita para chamar a atenção. Esteve…

access_time1 minutos
tendências elementar

PEÇAS COM MÚLTIPLAS TEXTURAS, EM BEGE E CASTANHO, LEVAM A UM INEVITÁVEL REGRESSO À TERRA. DAS PROFUNDEZAS DA ÁGUA EMERGEM CORAIS DE LANTEJOULAS E TODOS OS TONS DE VERDE E AZUL. TECIDOS COM MOVIMENTO E FORMAS VAPOROSAS CONFIRMAM A SUSTENTÁVEL LEVEZA DO AR. VERMELHOS, LARANJAS E AMARELOS ACENDEM UM FOGO QUE ARDE E QUE SE VÊ.…

access_time2 minutos
cat lady

Sim, há gatos na coleção cápsula que juntou Grace Coddington, nome incontornável do mundo da moda, à Louis Vuitton, mas também há cães. Aliás, mais concretamente, há ilustrações dos gatos de Coddington e dos cães de Nicolas Ghesquière, diretor criativo da marca francesa. Na coleção, uma série de peças de roupa e acessórios, incluindo algumas das carteiras mais icónicas da marca francesa, estão agora, e graças a esta parceria, cobertas de cães e gatos. Coddington e Ghesquière foram ainda mais longe e reinventaram o clássico monograma da Louis Vuitton que, nesta coleção, passa a ser conhecido como Catogram. E, sim, é basicamente tudo o que o nome indica e mais: uma combinação entre o logótipo da marca (pintado de laranja numa alusão à cor do cabelo de Coddington) e as ilustrações…

access_time1 minutos
tudor ou nada

A Tudor touxe Lady Gaga para bordo do navio da marca e, por si só, isso já era suficiente para gerar interesse. Mas, a marca, fundada em 1926 por Hans Wilsdorf, o mesmo homem que criou a Rolex, com o objetivo de ser uma alternativa de qualidade, a preços mais acessíveis, à etiqueta de luxo, não está interessada em ficar a boiar à superfície. As novas versões do modelo Black Bay, inspirado no relógio de mergulho 7922, lançado originalmente em 1954, são prova disso mesmo. Este, o Heritage Black Bay Bronze, herda as linhas de design das versões que fizeram história, mas distingue-se pela caixa em bronze, o mostrador em castanho e a bracelete em tecido entrançado ou pele envelhecida.…

help