EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Moda
ELLE PortugalELLE Portugal

ELLE Portugal Septiembre 2018

A ELLE é a revista de moda internacional para mulheres sofisticadas, independentes e com um assumido estilo próprio. Os criadores mais conceituados. O que há de novo nas passerelles e nas lojas. Mês a mês, as suas páginas revelam-nos as últimas tendências de beleza e lifestyle. Mostramos tudo o que está na vanguarda em termos culturais e os novos hotspots sociais.

País:
Portugal
Língua:
Portuguese
Editora:
RBA REVISTAS PORTUGAL
Ler Maiskeyboard_arrow_down
COMPRAR EDIÇÃO
2,32 €(IVA Incl.)
ASSINATURA
18,52 €(IVA Incl.)
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time2 minutos
detox(ing)

sandra-gato@rbarevistas.pt “As férias, foram boas?”. A pergunta (retórica) que mais se ouve no mês de Setembro. A resposta é, invariabelmente, a mesma: que foram curtas, que para o ano há mais (sério que há quem se contente com uma projeção tão distante?). Mas, entretanto, até ao próximo verão, há todo um ano para folhear sendo que o primeiro capítulo tem como título “O Regresso”. A casa. Ao trabalho. Às lojas, sim. Sempre adorei os looks de inverno. O prazer de estar na praia, a aproveitar o sol que já foi mais generoso, a ler revistas com sugestões para o outono – espero que esteja a fazer o mesmo com esta edição da ELLE – e a antecipar o momento de entrar na lojas e ver aquelas duas palavras inspiradoras: “nova coleção”. Malhas,…

access_time5 minutos
a intemporal

O estilo de Barbara Bui é de tal forma intemporal que quem veste as suas roupas, raramente se lembra de quando datam as peças. Esse é o maior talento da criadora: manter o lado intemporal sem cair num classicismo exagerado. O seu estilo cool não passa de moda. A moda, porém, não era o destino mais óbvio para esta parisiense nascida em Paris. A sua grande paixão era a literatura. Fascinada pelas palavras, estudou Letras na Sorbonne. E iniciou uma carreira de comediante, que rapidamente interrompeu: «o meu pai é vietnamita e a minha mãe francesa. Não havia papéis para mim. Espero que as mentalidades tenham mudado mas, há trinta anos, uma euroasiática só podia representar se a sua origem fizesse sentido no guião. Eu preferi não depender do desejo…

access_time1 minutos
os essenciais de barbara bui

Porque as tendências não definem o estilo de Barbara Bui, esta é uma compilação de cinco das suas peças de culto. As calças em pele. Substituem os jeans, e são a base do guarda-roupa da criadora. Estão disponíveis em pele envernizada ou vinil. O casaco. O trabalho de corte é extremamente importante para Barbara, que gosta de silhuetas com personalidade. O top de manga cava. Facilmente reconhecível devido ao seu corte, nem demasiado justo nem demasiado largo. O estampado de cobra. É raro encontrarmos padrões nas suas coleções, essencialmente sóbrias, mas a cobra é o amuleto da marca. As botas. Sejam botas de cowboy ou de salto alto, estão sempre presentes em todas as suas coleções.…

access_time2 minutos
show off

AS LUZES de Saint Laurent, com assinatura de Anthony Vaccarello, ligaram-se para iluminar uma coleção que voltou a colocar em evidência o poder lascivo dos anos 80. Com o preto a ser a tonalidade predominante no início do desfile, a combinação entre casacos com ombros marcados e calções curtos em pele foi sexo e rock & roll. De seguida, uma sucessão de vestidos compridos com decotes pronunciados atualizou a definição de femme fatale. A cor chegou no final, em forma de mini-vestidos com aplicações que materializaram uma sensualidade tão desmesurada quanto imponente. E, porque é impossível ignorar uma mulher assim, o cenário (uma enorme caixa de luzes montada propositadamente para o efeito mesmo em frente à Torre Eiffel) assegurou uma atmosfera saturada de sedução. HÁ UMA MESA de operações ao centro…

access_time5 minutos
quase humanas

Com 19 anos, umas baby bangs e sardas, Miquela tem todas as características de uma influencer. Tem o fator cool (é brasileira-americana e faz skate em Los Angeles, Califórnia), canta (o seu single de lançamento, Not Mine, tornou-se viral no Spotify), é ativista (apoia o movimento Black Lives Matter) e tem um gosto irrepreensível no que toca a moda (o seu guarda-roupa inclui peças de marcas como Proenza Schouler, Balmain ou Alexander Wang). Já foi fotografada para a V Magazine e Highsnobiety, e a Prada contratou-a para ajudar a promover o desfile para este outono-inverno, onde vestiu o mesmo casaco laranja que Gigi Hadid. Graças a esta soma de partes, tão infalível, já conta com mais de um milhão de seguidores no Instagram, prova máxima que já faz parte do…

access_time3 minutos
fator k

Não há oceano que possa separar Kendall Jenner da Longchamp. E se algum tentasse, Jenner provavelmente atravessava-o a cavalo, com a mesma velocidade com que percorre as ruas de Paris no filme da campanha (apropriadamente intitulado «O Encontro»), ou com a mesma impetuosidade com que viaja constantemente entre as várias capitais de Moda. Afinal, ainda que os haters continuem a odiar a sua ascensão, Jenner, como prova a sua última campanha para a Longchamp, não vai parar tão cedo. Tendo em conta que foi precisamente a Longchamp que nos trouxe a este momento, começamos por aí. Tens algumas memórias ligadas à marca? Sim! Lembro-me perfeitamente de ir às lojas quando era criança e de querer sempre uma nova carteira. Já que Paris é a casa da Longchamp e que é uma cidade que…

help