EXPLORARBIBLIOTECA
searchclose
shopping_cart_outlined
exit_to_app
category_outlined / Cinema, TV & Música
LOUD!LOUD!

LOUD!

Abril 2019

Revista mensal de música, sendo já uma instituição em Portugal após 15 anos de existência ininterrupta inteiramente dedicada à música extrema, com mais de 800,000 exemplares vendidos. É a única publicação impressa do país dedicada ao mundo do metal, tendo-se tornado não só uma influência decisiva de opinião como parte integrante do dia-a-dia das diversas tribos afectas à cultura alternativa.

País:
Portugal
Língua:
Portuguese
Editora:
Pessoal do 13- Publicacoes, Ltd
Ler Maiskeyboard_arrow_down
Nota Save 40% on your subscription!
COMPRAR EDIÇÃO
2,99 €(IVA Incl.)
ASSINATURA
29,99 €17,99 €(IVA Incl.)
12 Edições

NESTA EDIÇÃO

access_time3 minutos
onde está o tom?

Abril é mês de Record Store Day. E o que se segue não é uma novidade para quem viveu o incremento da internet durante os anos 90 – não sendo propriamente “velhadas”, lembro-me de, na universidade, nos ensinarem a abrir contas de e-mail nas aulas de informática –, mas olhando para isto com os olhos do séc. XXI, torna-se bizarro pensá-lo e, ainda mais, escrevê-lo. Aqui vai, mesmo assim – a internet, quando estava na sua fase inicial, a abrir-nos portas e janelas para todo um mundo novo com um simples click numa tecla, parecia um sonho tornado realidade, uma fonte inesgotável de crescimento positivo e sabedoria para a humanidade. Verdade seja dita, os perigos que lhe vaticinaram, e que acabariam mesmo por tornar-se reais, uns anos mais tarde,…

access_time1 minutos
loud!

DETENTORES COM MAIS DE 5% DO CAPITAL DA EMPRESA José Miguel Rodrigues, José Carlos Santos, Bernardo Serralha, Pedro Oliveira, Signoff - Consulting Unipessoal, Lda.DIRECTORJosé Miguel Rodrigues [jmr@loudmagazine.net]CHEFE DE REDACÇÃO / DIRECTOR ADJUNTOJosé Carlos Santos [jcs@loudmagazine.net]GERÊNCIAPedro Oliveira, Daniel MarujoCOLABORADORESCarlos Guimarães, Emanuel Ferreira, José Almeida Ribeiro, José Raposo, Luís Pires, Luís Rattus, Marta Louro, Nelson Santos, Pedro C. Silva, Ricardo Agostinho, Ricardo S. AmorimFOTOGRAFIACatarina Torres, Estefânia Silva, Jorge Botas, Pedro Almeida, Pedro RoqueCapa: Tina KorhonenDESIGNJoaquim PedroILUSTRAÇÕESStebba Ósk, Pedro Silva…

access_time3 minutos
notícias

THORMENTHOR Numa manobra totalmente inesperada, os lendários THORMENTHOR vão protagonizar um muito desejado, mas eternamente adiado, retorno aos palcos para uma actuação especial no VOA – Heavy Rock Festival, que se realiza a 4 e 5 de Julho, no Estádio do Restelo, em Lisboa. Formado em Almada, em 1987, o grupo foi pioneiro da fusão death e black metal em Portugal e ganhou popularidade no underground com as três maquetas editadas até 1989. Em 1991, os músicos viram os seus esforços compensados com a edição do single «Dissolved In Absurd» e, em 1994, editaram a estreia «Abstract Divinity», solidificando a formação “clássica”, composta por Miguel Fonseca, Pedro Quaresma, João Paulo Dias e Pedro Campos. O quarteto de Almada – que, nesta ocasião, se apresentará com essa formação – é…

access_time1 minutos
playlists

JOSÉ MIGUEL RODRIGUES AZELISASSATH – Total Desecration Of ExistenceBELLROPE – You Must RelaxDRASTUS – La Croix De SangFUNEREAL PRESENCE – AchatiusTHE BODY – A Home On Earth JOSÉ CARLOS SANTOS DEVIN TOWNSEND – EmpathSOLITUDE AETURNUS – DownfallGOLD – Why Aren’t You Laughing?MANOWAR – Into Glory RideSAINT VITUS – Saint Vitus (os dois!) RICARDO AGOSTINHO INTER ARMA – Sulphur EnglishNICK CAVE & WARREN ELLIS – White LunarALICE IN CHAINS – Rainier FogGOLD – Why Aren’t You Laughing?DEVIN TOWNSEND – Empath PEDRO ROQUE DEVIL MASTER – Satan Spits On Children Of LightDEAFKIDS – MetaprogramaçãoURANIUM CLUB – The Cosmo CleanersANTI CIMEX – Scandinavian JawbreakerTCHORNOBOG – Tchornobog LUÍS PIRES GOLD – Why Aren’t You Laughing?GRAILS – Burning Off ImpuritiesLASTER – Het wassen oogMILES DAVIS – On The CornerSAINT…

access_time6 minutos
swr barroselas metalfest xxii

Aproxima-se aquela altura do ano… Peregrinação, como alguns lhe chamam, e certamente local de devoção a uma causa maior – é a paragem obrigatória para a música extrema em Portugal, o SWR BARROSELAS METALFEST, que já vai na sua 22.ª edição e demonstra estar cada vez mais jovem e cheio de energia. Crucial para medir o pulso da nossa cena – e tome-se esse termo com a abrangência que se quiser –, é o verdadeiro ponto de encontro de bandas, público e media, onde todos se juntam numa escura massa de cornos ao alto. Fizemos a antecipação da próxima edição com um dos organizadores, o Ricardo Veiga. A pouco mais de um mês do SWR, como costumam estar as coisas em termos de tudo aquilo que envolve a preparação…

access_time1 minutos
voz aos steel warriors

“Os Martelo Negro e os Namek estão bastante ansiosos por este novo SWR! O SWR é a grande celebração da fauna metálica lusa e deve ser vivido de forma, saudavelmente, apocalíptica! Bebamos do caos e alimentemo-nos da carniça e dos despojos!” – Simão “The Beyonder” Santos (Martelo Negro / Namek) “O SWR é um festival com a capacidade de manter uma dimensão estável, sem depender sempre dos mesmos espectadores. Consegue captar novos fãs a cada ano, mas também fazer que outros mais antigos regressem ao fim de alguns anos sem lá ir. E para além das bandas mais apelativas, com que conseguem movimentar essas pessoas, ainda surpreendem com bandas menos conhecidas mas que anos mais tarde andam a dar cartas pelo mundo fora. Não é um festival…

help