Revista de Vinhos

Outubro 2021

Título especializado em vinho e gastronomia do grupo Essência do Vinho. Conta com 30 anos de publicação em Portugal.

País:
Portugal
Língua:
Portuguese
Editora:
Essencia do Vinho
Periodicidade:
Monthly
3,71 €(IVA Incl.)
37,10 €(IVA Incl.)
12 Edições

nesta edição

3 minutos
vem aí o melhor encontro de sempre!

Por demasiadas vezes caímos na tentação da monotonia ou do pensamento fácil. Somos humanos e a sensação de conforto leva-nos com frequência a abrandar, a deixar as coisas como estão, sobretudo quando resultam. Com isso corremos o risco de estagnar ou não ver o óbvio – a realidade está em constante mutação, o mundo de amanhã será necessariamente diferente do mundo de hoje. Gostamos de nos sobressaltar para ir mais longe. Acompanhamos tendências sem ignorar o que há muito é bem feito e acreditamos convictamente que, assim, estaremos a ir mais além. Nesta edição da Revista de Vinhos estreamos duas novas secções que pretendem corresponder a anseios legítimos de vários leitores: a evasão e o desfrutar de espirituosos e da criatividade mixologista. São áreas complementares ao vinho e à gastronomia, que continuam…

f0006-01
6 minutos
grenache, casta em contínua evolução

Sarah Ahmed é uma reputada jornalista e crítica de vinhos britânica, especializada em vinhos portugueses e australianos, no blogue "The Wine Detective". Existem mais de 1.500 variedades diferentes de banana mas, “notoriamente”, diz Dan Saladino, apenas uma-a Cavendish-domina o comércio global. Devo confessar que este tema passou-me ao lado; no entanto, estou bem ciente da causa justa pela qual o escritor de gastronomia brande a banana Cavendish. O novo livro de Saladino, ‘Eating to Extinction’, desafia as suposições de que a nossa dieta é mais ampla do que a dos nossos ancestrais. Fiquei chocada ao ler que o arroz, o trigo e o milho fornecem 50% da ingestão calórica mundial e, das 6.000 espécies de plantas que os humanos comeram ao longo do tempo, o mundo agora alimenta-se principalmente de apenas nove. As…

f0012-01
6 minutos
os bolinhos da rainha

J.A. Dias Lopes é considerado a referência do jornalismo gastronómico no Brasil. Escreve atualmente na edição online da “Veja”, já colaborou com várias publicações e é ainda diretor de redação da “Gosto” e autor de vários livros sobre história e gastronomia. Os açorianos não sabiam o que fazer para acolher com mais carinho o rei Dom Carlos I (1863-1908) e a rainha consorte Dona Amélia (1865-1951), de Portugal e Algarves, quando visitaram o arquipélago em 1901. O casal e comitiva foram recebidos com aplausos, cerimónias magníficas e banquetes generosos desde que desembarcaram dos cruzadores Dona Amélia e Dom Carlos e São Gabriel, nos quais viajaram. Mas quem roubou a cena foi um bolinho à base de açúcar, gemas e claras de ovos, canela em pó, uvas passas, cidra, manteiga, farinha de milho,…

f0016-01
6 minutos
precisará o vinho de se modernizar?

‘Wine writer’, cronista do The Sunday Express, autor do blogue wineanorak.com, é doutorado em Biologia de Plantas e co-chair do International Wine Challenge. Assina esta colaboração regular na Revista de Vinhos e também na brasileira Gula. Uma das discussões frequentes no mundo do vinho é o conflito entre tradição e modernidade. O vinho está enraizado na tradição, especialmente em países onde é feito há centenas ou mesmo milhares de anos. Mas a popularidade recente do vinho em países onde este não era a bebida tradicional mudou bastante o cenário. Por causa da procura dos mercados de exportação, a ligação entre o lugar e o vinho foi enfraquecida, pelo menos em alguns segmentos de mercado. Em muitas regiões, tornou-se possível separar os produtores de vinho em diferentes grupos: aqueles mais tradicionais, que fazem vinhos…

f0020-01
6 minutos
para lá da subregião, o lugar

José João Santos, diretor de conteúdos da EV-Essência do Vinho, tem a paixão da escrita, da reportagem, da formação e da prova. É ainda autor do podcast "Vinho, Palavra a Palavra". Escrevo esta crónica em plena noite eleitoral autárquica, com a televisão em fundo a apontar projeções e a mostrar os primeiros resultados oficiais. Não vou realizar qualquer análise de foro político, mas como cidadão fico imensamente feliz pela campanha ter terminado. Por momentos, nas últimas semanas ainda pensei viver nas décadas de 80 ou de 90 do século passado, tal o folclore generalizado a que assisti. À hora dos telejornais, era ver o resumo do dia – candidatos desdobrados em arruadas e visitas a feiras, com e sem máscara, sem que os despojos da pandemia os fizessem esquecer o beijinho…

f0024-01
1 minutos
a fiabilidade de um clássico

Para a Mesa O relatório do ano agrícola do Esporão de 2020 dava conta de temperaturas ligeiramente superiores em relação à média dos últimos 21 anos, mas com valores de precipitação idênticos aos registados no mesmo período. Por outro lado, o inverno e primavera amenos e chuvosos restabeleceram as reservas hídricas da vinha, enquanto o verão, muito quente e seco, fez antecipar a vindima em cerca de duas semanas face ao ano anterior. Este vinho, elaborado pelos enólogos David Baverstock e Sandra Alves, resulta das castas Antão Vaz, Viosinho e Alvarinho, de vinhas com mais de uma década, cultivadas em modo biológico em solos xistoso, franco-argilosos Após a fermentação, o vinho permaneceu sobre as borras finas durante 4 meses em túlipa Betão sobre as borras finas, em condições de micro-oxigenação que amplificam o…

f0030-01