Revista de Vinhos Fevereiro 2021

Título especializado em vinho e gastronomia do grupo Essência do Vinho. Conta com 30 anos de publicação em Portugal.

Читать больше
Страна:
Portugal
Язык:
Portuguese
Издатель:
Essencia do Vinho
Периодичность:
Monthly
303,17 ₽
3 031,69 ₽
12 Выпуск(ов)

в этом номере

2 мин.
melhores do ano

A edição que celebra “Os Melhores do Ano” é talvez aquela que mais trabalho e gosto nos dá, porque é aquela que sistematiza e premeia o mérito do que se faz no vinho e na gastronomia e, em torno deles, em Portugal. Encontrar mérito implica estar no terreno para conhecer na primeira pessoa, implica saber o que se faz em Portugal e o que se passa no mundo para poder acompanhar o dinamismo de um sector ágil e sofisticado, que cria tendências e abre caminhos de consumo. Classificar mérito implica objetividade, rigor, independência e perspicácia que se tem de aliar e conjugar com esse conhecimento obtido e processado dia a dia. Premiar, promover e divulgar o mérito é a recompensa que se ganha ao fim de um ano de trabalho, é a gratidão…

f0006-01
1 мин.
nesta edição com a revista de vinhos!

O Palácio dos Condes de Anadia, no centro de Mangualde, cuja origem data de finais do século XVI, conta com 10 ha. de vinha, a que se juntam os belíssimos jardins, inseridos na Rota dos Jardins Históricos do Dão, bem como uma mata, com cerca de 20 ha., plantada no século XVIII. Tudo isto dentro de muros, tendo como pano de fundo a Serra da Estrela. Os vinhos, agora a cargo do enólogo Luís Leocádio, pretendem mostrar o terroir do Dão, em solo granítico bastante fértil e com muita disponibilidade de água, seguindo uma linha de elegância, frescura e mineralidade. Conde Anadia 2015 Dão/Tinto/Palácio de Anadia Vinhos Após fermentação alcoólica, o vinho estagia em inox durante 12 meses e 24 em garrafa. Apresenta cor vermelha rubi. Aroma de fruta vermelha do bosque e leves…

f0009-01
1 мин.
e os vencedores são…

Para ver e ouvir Pelo 24º ano consecutivo, a Revista de Vinhos apresenta os prémios do que de melhor se fez no vinho e da gastronomia nacionais. Depois de um ano a todos os títulos excecional, esta edição dos Melhores do Ano assume-se como uma homenagem a todos os empresários, produtores de vinhos, distribuidores, restauradores e operadores do turismo e gastronomia, que reconhece não apenas o trabalho e a dedicação durante o ano de 2020, mas que espera contribuir com um olhar cheio de otimismo, esperança e perseverança para os tempos que aí vêm. Os prémios, nas 24 categorias a concurso, enaltecem a inovação, o rasgo, a vontade em ultrapassar fronteiras, o conhecimento e rigor técnicos, a evolução científica, mas também a viticultura sustentável, a preservação do rico património genético das vinhas…

f0010-02
6 мин.
e, no entanto, move-se

“Eppur si muove”. Terá sido esta a frase que Galileu Galilei murmurou depois de rejeitar publicamente a sua teoria heliocêntrica, sob ameaça de arder na fogueira, diante de um tribunal da Inquisição, em Roma, no ano de 1633. Com ela, a convicção de que o planeta Terra gira em torno do sol. E, no entanto, move-se, terá dito. O ano que passou foi certamente o mais difícil das nossas vidas, ainda mais cruel se pensarmos que os primeiros meses de 2020 apontavam para resultados sem precedentes em todos os setores de atividade, com especial impacto positivo no turismo e hospitalidade, na restauração e gastronomia, na distribuição e exportação de vinhos, enfim, um ano para recordar. A chegada da pandemia, com toda a sua força, veio colocar um travão nestes objetivos e,…

3 мин.
antónio e roberto guedes

A Aveleda é das principais empresas portuguesas de vinho, ao faturar 39 milhões de euros anuais em resultado da produção de 19 milhões de garrafas. A exportação abrange um total de 75 países. Para estes números em muito contribuíram António e Roberto Guedes. O primeiro viu-se com a empresa nas mãos ainda muito jovem, ao ter que assumir a responsabilidade por inteiro, de 1966 a 1969. O irmão Luís haveria ainda de se tornar essencial durante três décadas de crescimento e afirmação da Aveleda no contexto português e internacional. António cursou Agronomia em Lisboa e especializou-se em Viticultura. Das muitas histórias que partilha, sublinhamos aquela em que visita o Chile e a Argentina pela primeira vez, tendo ficado impressionado com a mancha de vinhas contínuas, não tanto com a qualidade dos vinhos.…

f0016-01
3 мин.
domingos soares franco

O menino que nasceu em 16 de maio de 1956 em Lisboa tornou-se numa referência da enologia portuguesa do séc. XX e primeira vintena deste séc. XXI. Teria 6 ou 7 anos quando entrou na sala de provas da José Maria da Fonseca (JMF) e o tio António, enólogo da casa à época, lhe deu a cheirar um vinho. O tio é presença constante no álbum das melhores lembranças, tal como o pai, Fernando. Os dias quentes da Revolução de Abril barraram-lhe a possibilidade de estudar Agronomia em Lisboa, simplesmente por ter o apelido de família. Viajou até França para conhecer as universidades de Bordéus, Montpellier e Dijon, mas a língua era um entrave. Em agosto de 1975, a família recebia o sócio norte-americano da JMF, que Domingos carinhosamente considera ter sido…

f0019-01